Maria Lenk

SportTV homenageia Maria Lenk

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, sportv exibe documentário inédito sobre Maria Lenk a partir desta sexta-feira

O sportv escolheu uma das personagens mais importantes da história do esporte brasileiro para homenagear no Dia Internacional da Mulher. O canal mostra na noite desta sexta-feira, dia 8, os dois primeiros episódios documentário inédito ‘Maria Lenk, de Braços Abertos’, uma coprodução do canal com a MoveMe, com direção de Rosane Araújo. Em quatro episódios – o terceiro e o quarto serão exibidos na noite de sábado –, o material conta a história da nadadora brasileira que foi a primeira atleta sul-americana a competir em uma edição de Jogos Olímpicos, assim como a primeira recordista mundial do país.

Maria Lenk

Homenageada Em Documentário no Dia Internacional da Mulher

Entre os entrevistados estão nomes importantes da modalidade no Brasil, como os medalhistas olímpicos Ana Marcela Cunha, Poliana Okimoto, Gustavo Borges e Ricardo Prado. O conteúdo também ficará disponível para assinantes do Globoplay + Canais – os dois primeiros episódios na sexta e os dois últimos, a partir de sábado. “A história da Maria Lenk e imaginar tudo que ela fez, naquela época, parece um filme. Mas de fato a Maria Lenk passou por tudo isso”, ressalta a campeã olímpica Ana Marcela Cunha, em depoimento ao documentário. “Era muito mais difícil sair do Brasil e ganhar uma medalha, independentemente do seu nível e da sua capacidade, do que alguém que vinha de um país vizinho, que perdia um ou dois dias de treino para fazer um translado. Naquela época os brasileiros perdiam 40 dias”, frisa Gustavo Borges.
Maria Lenk Natação

Maria Emma Hulga Lenk Zigler foi a primeira nadadora brasileira a estabelecer recordes mundiais

É considerada a pioneira da natação, sendo a primeira mulher a nadar o nado borboleta em competições internacionais e integra o Swimming Hall of Fame, nos Estados Unidos. Além disso, foi aluna da primeira turma civil de Educação Física, na USP, e ajudou a fundar a Escola de Educação Física da UFRJ.
“A série é uma homenagem à vida e ao legado de Maria Lenk, uma mulher inspiradora que abriu caminho para tantas atletas no esporte brasileiro. Foi uma honra dirigir este projeto e compartilhar a história extraordinária de Maria com o mundo”, ressalta a diretora Rosane Araújo.
A produção conta com a participação da atriz Irene Ravache, responsável por narrar as correspondências trocadas entre Maria e seus familiares e amigos; e do apresentador Léo Batista, que emprestou sua voz à leitura das notícias sobre a nadadora nos jornais da época. Stephanie Balduccini, um dos novos talentos da natação brasileira, é a narradora das cenas de ficção, das “cartas que Maria Lenk poderia ter escrito para ela”. Foram feitas gravações no Brasil e nos Estados Unidos para este documentário, que também conta com depoimentos das ex-nadadoras Patricia Amorim, Fabíola Molina e Mariana Brochado, além da campeã olímpica de vôlei de praia, Jackie Silva, entre outros.
Os dois primeiros episódios do documentário ‘Maria Lenk, de Braços Abertos’ vão ao ar no sportv nesta sexta-feira, dia 8, a partir das 21h. O terceiro e o quarto serão exibidos na noite de sábado, dia 9, no mesmo horário. Todos estarão disponíveis para assinantes do Globoplay + Canais após a exibição no sportv.
Fonte: Comunicação Globo

0 Comments